Plano Diretor aprovado pelo Conselho da Cidade

Plano Diretor aprovado pelo Conselho da Cidade

O Projeto de Lei Complementar da revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento de Piracicaba foi apresentado e aprovado pelo Conselho da Cidade em reunião ordinária na noite do dia 23/04/2019, no 3º andar do Centro Cívico, com coordenação do Ipplap – Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba.

O Conselho da Cidade é órgão consultivo e deliberativo em matéria de natureza urbanística e de política urbana, composto por representantes do Poder Público e da sociedade civil, vinculado ao Ipplap.

A reunião foi aberta pelo Diretor-Presidente do Ipplap, Arthur Ribeiro Neto, e, juntamente com a engenheira civil do Instituto, Maria Beatriz Silotto Dias de Souza, explicaram o Projeto de Lei Complementar aos conselheiros e convidados.

Após a explanação e seguindo o regimento interno do Conselho os convidados se retiraram para realização da votação. Neste momento estavam presentes 24 conselheiros com direito a voto; portanto, obrigatoriedade de no mínimo 16 votos a favor para a provação do Projeto.

O conselheiro Isaac Jorge Roston Junior apresentou nove emendas que foram a votação e rejeitadas.

Na sequência, o Projeto de Lei Complementar foi a votação e obteve 23 votos a favor e uma abstenção.

O próximo passo é o encaminhamento do Projeto de Lei Complementar – Plano Diretor de Desenvolvimento de Piracicaba – à Câmara de Vereadores.

Audiência Pública da Revisão do Plano de Piracicaba Diretor foi Adiada

O próximo passo do processo de revisão do Plano Diretor do Município é
a realização de Audiência Pública da minuta do projeto de lei complementar.
O GAEMA PCJ-Piracicaba – Grupo de Atuação Especial de Defesa do
Meio Ambiente, do Ministério Público do Estado de São Paulo, através de
Termo de Deliberações do dia 30 de outubro de 2018, determinou à Prefeitura e
suas Autarquias a realização de estudos, cabendo ao IPPLAP – Instituto de
Pesquisas e Planejamento de Piracicaba, elaboração “de proposta em relação
à regularização fundiária dos inúmeros núcleos habitacionais existentes, a ser
incluída na revisão do Plano Diretor do Município”, além das delimitações “das
poligonais georrefenciadas dos loteamentos clandestinos existentes no
Município”.
Neste sentido, informamos que a mencionada Audiência Pública,
programada para este ano, fica adiada até o término dos trabalhos deliberados.
Logo seja estabelecido outro cronograma, será disponibilizado na mídia
e no site http://planodiretor.piracicaba.sp.gov.br, onde podem ser encontrados
documentos e informações sobre a revisão do Plano Diretor.

Conferência Municipal sobre a Revisão do Plano Diretor reuniu mais de 100 pessoas

Conferência Municipal sobre a Revisão do Plano Diretor reuniu mais de 100 pessoas

Autor: Texto e fotos: João J. Souza

A Prefeitura de Piracicaba, por meio do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Ipplap), promoveu na manhã de sábado (28), no Auditório do Centro Cívico, a Conferência Municipal sobre a Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento (PDD). Mais de 100 pessoas participaram do evento.
Estiveram presentes o vice-prefeito José Antonio de Godoy, o diretor-presidente do Ipplap, Arthur Ribeiro, o procurador-geral do Município, Sergio Bissoli, a vereadora Nancy Thame – representando o Legislativo, Ivanjo Cristiano Spadote – do Concidade, o arquiteto Geraldo Moura, representantes da sociedade civil e associações representativas dos vários segmentos da comunidade. O Plano Diretor indica os objetivos a alcançar, define o modo de ocupar o território do município com desenvolvimento sustentável e deve ser construído democraticamente.
Com o objetivo de “ler a cidade”, identificando e entendendo o município, além da Leitura Técnica, foi realizada a Leitura Comunitária ou Participativa, por meio de 16 oficinas no município (urbano e rural), para identificação dos principais problemas, conflitos e potencialidades, do ponto de vista da sociedade civil. O resultado do Diagnóstico do Território foi apresentado no evento no dia 9 de julho deste ano.
Dando sequência ao processo participativo, a sociedade apresentou 257 propostas, sendo 204 inseridas no site específico para a Revisão do Plano Diretor e 53 protocolizadas no Ipplap. Dentre estas 156 eram pertinentes ao Plano Diretor, 32 se referiam a outras leis específicas e 69, mais relacionadas a obras, foram direcionadas as secretarias/autarquias correspondentes.
Após o Diagnóstico do Território (Leitura Técnica e Comunitária) e propostas apresentadas, na Conferência foram apresentados a todos os caminhos para alcançar a situação desejada, dentre eles, os macrozoneamentos (rural e urbano) e instrumentos urbanísticos. Foi apresentado, também, um cronograma preliminar para os próximos passos, com Audiência Pública em setembro deste ano e intenção de protocolizar o PDD na Câmara de Vereadores até final de outubro.
Godoy disse ser importante que as discussões envolvendo a Revisão do PDD contemplem o maior número de pessoas possível, tanto do rural como urbana. “O plano estabelecerá como a cidade poderá se desenvolver e crescer de forma ordenada nos próximos 10 anos, buscando combater as desigualdades, implementar propostas para ordenamento territorial e proporcionar sustentabilidade e qualidade de vida”.
Ribeiro lembrou que a Conferência é mais uma das etapas da transparência das discussões envolvendo o PDD. “Foram realizadas várias capacitações e oficinas no município, rural e urbano, além de consultas a lideranças de diferentes públicos: movimentos sociais e populares; Organizações Não-Governamentais e do terceiro setor; entidades empresariais, ambientalistas, sindicais, profissionais, acadêmicas e de pesquisa. O esforço de sensibilização e mobilização sempre teve uma motivação especial: estimular e assegurar o caráter participativo do processo, processo esse que tem como objetivo a elaboração de um plano diretor que possibilite a melhoria da qualidade de vida da população de Piracicaba”, afirmou Ribeiro.

Conferência Municipal sobre a Revisão do Plano Diretor aconteceu no sábado (28)

Notícia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba (http://www.piracicaba.sp.gov.br/conferencia+municipal+sobre+a+revisao+do+plano+diretor+reuniu+mais+de+100+pessoas.aspx)

Conferência Municipal sobre a Revisão do Plano Diretor acontece no próximo sábado (28)

Conferência Municipal sobre a Revisão do Plano Diretor acontece no próximo sábado (28)

Autor: João J. Souza

A Prefeitura de Piracicaba, por meio do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Ipplap), realiza no próximo sábado (28), a partir das 08 horas, no Auditório do Centro Cívico, a Conferência Municipal sobre a Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento (PDD).
A finalidade do encontro é pactuar com a sociedade civil as estratégias e os instrumentos mais adequados, considerando as características e os objetivos do município, que farão parte do Plano Diretor que está a cargo do Ipplap, autarquia municipal.
O diretor-presidente do Ipplap, Arthur Ribeiro, explica que o Plano Diretor – lei municipal – é um instrumento básico de um processo de planejamento do município para a implantação da política de desenvolvimento do território, norteando a ação dos agentes públicos e privados. “Em acordo com o Estatuto da Cidade – lei federal – o Plano Diretor precisa ser revisto a cada 10 anos.”, ressaltou.
Arthur diz que a partir da construção participativa, “o Plano Diretor planeja os próximos 10 anos do município, organiza seu crescimento e transformações, define as ações prioritárias e os instrumentos urbanísticos que irão normatizar e estabelece o sistema de gestão democrática para promover o desenvolvimento sustentável, a melhoria das condições de vida da população e o bem-estar da comunidade”.
Toda a população está convidada para a Conferência Municipal no próximo dia 28. Mais informações no www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br .

Notícia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba (http://www.piracicaba.sp.gov.br/conferencia+municipal+sobre+a+revisao+do+plano+diretor+acontece+no+proximo+sabado+28.aspx)

Prazo para apresentação de propostas para a Revisão do Plano Diretor termina no dia 15 desse mês

Prazo para apresentação de propostas para a Revisão do Plano Diretor termina no dia 15 desse mês

Autor: João J. Souza

O prazo para a população apresentar propostas para ao Processo da Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento no site do Ipplap – Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br), termina no próximo dia 15/07. Após esta data, as propostas serão sistematizadas pela coordenação do processo de revisão do plano Diretor.

Com o objetivo de facilitar o encaminhamento das propostas, as pessoas deverão se cadastrar no site acima e optar por um dos temas: urbano, rural, social, econômico, ambiental e mobilidade.

O próximo passo será a Conferência que acontece no dia 28 de jullho, às 08h, no Armazém da Paulista, para pactuar com a sociedade civil as propostas, definindo as estratégias e os instrumentos mais adequados, considerando as características e os objetivos do município, que farão parte do Plano Diretor. Em seguida, o PDD é escrito em forma de projeto de lei, para aprovação do Conselho da Cidade. No final do segundo semestre, será enviado para apreciação na Câmara de Vereadores.

Uma das etapas importantes da Revisão do Plano foi a realização das oficinas em diversas regiões da cidade (Oeste, Leste, Sul, Centro e Rural), onde a comunidade debateu os problemas que ela enfrenta, ou sente, em relação à cidade, nas diversas áreas, como mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente.

Todas as informações colhidas nas Oficinas fizeram parte da leitura participativa que subsidiará o Plano. “É a visão da população sobre o município. A participação da sociedade civil é de extrema relevância”, ressalta o diretor-presidente do Ipplap, Arthur Ribeiro.

Entidades representativas da cidade como o Comdef (Conselho Municipal de Proteção, Direitos e Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência), Coplacana (Cooperativa dos Plantadores de Cana do Estado de São Paulo), Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), Agenda 21, além ser servidores públicos, realizaram encontros com técnicos do Ipplap, para esclarecer questões relativas à Revisão do PDD.

Outro evento significativo foi a Apresentação da Leitura Participativa e Encaminhamentos do Processo da Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento, realizada em junho no Anfiteatro do Centro Cívico, com a participação de diversos segmentos da sociedade. Durante o evento foi apresentado o resultado das discussões das 16 oficinas realizadas.

Segundo Arthur Ribeiro, com essas etapas, ficou evidente o caráter democrático e transparente de todas as discussões envolvendo a Revisão do PDD.

Notícia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba (http://www.piracicaba.sp.gov.br/prazo+para+apresentacao+de+propostas+para+a+revisao+do+plano+diretor+termina+no+dia+15+desse+mes.aspx)

Site do IPPLAP receberá propostas para a Revisão do Plano Diretor

Site do Ipplap receberá propostas para a Revisão do Plano Diretor

A partir de quinta-feira (14), a população poderá enviar as propostas para o site do Ipplap (Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba), no site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br, relativas ao Processo da Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento. Na manhã de sábado (09), no Anfiteatro do Centro Cívico, foi realizada a Apresentação da Leitura Participativa e Encaminhamentos do Processo da Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento. Foi apresentado o resultado das discussões das 16 oficinas realizadas.

Estiveram presentes no evento o vice-prefeito José Antonio de Godoy, o diretor-presidente do Ipplap, Arthur Ribeiro, o vereador Pedro Kawai – representando o Legislativo – e líderes comunitários de diversas regiões. Houve palestra com o arquiteto Geraldo Moura.

No evento foi apresentado o resumo das respostas obtidas nas Oficinas da revisão do Plano Diretor, abrangendo tanto aspectos positivos e negativos de Piracicaba (zonas urbana e rural). Entre os negativos apontados estão segurança, mobilidade urbana, saúde, loteamentos irregulares e crescimento desgovernado. Entre os aspectos positivos, belezas naturais, ampla zona rural com muitos cursos d’água, potencial turístico, cultura, qualidade de vida, educação (cursos técnicos e universitários) e tecnologia.

Coordenado pela Secretaria Municipal de Governo e Ipplap, o Plano Diretor de Piracicaba planeja os próximos anos da cidade, organiza seu crescimento e transformações, definindo as ações prioritárias.

Godoy explicou que a revisão do Plano Diretor é uma obrigação legal (Estatuto da Cidade – Lei Federal nº 10.257/2001), porém tem como principal objetivo unir a população ao poder público e criar a oportunidade para atualizar a lei em vigor, além de rever os dispositivos regulamentadores, na perspectiva de combater as desigualdades na cidade e implementar propostas para ordenamento territorial, proporcionar sustentabilidade e qualidade de vida.

Arthur Ribeiro disse que, após o recebimento das propostas através do site do Ipplap, acontecerá a Conferência para pactuar as propostas com a população. Em seguida o PDD é escrito em forma de projeto de lei, para aprovação do Conselho da Cidade e no final do segundo semestre enviado para apreciação na Câmara de Vereadores.

O representante da sociedade civil no Concidade, Ivanjo Cristiano Spadote, reconheceu a importância do PPD, “por nortear o crescimento ordenado e sustentável da cidade e proporcionar sustentabilidade e melhores condições de vida para a população”.

Apresentação da Leitura Participativa do Plano Diretor acontecerá neste sábado

Será realizada neste sábado (09), a 9 horas, no Anfiteatro do Centro Cívico, um evento para Apresentação da Leitura Participativa e Encaminhamentos do Processo da Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento. O ato é continuidade ao processo de revisão do Plano Diretor.

Durante o evento será apresentado o resultado das discussões das 16 oficinas realizadas, além de como serão os próximos passos desse processo, incluindo a abertura do prazo para recebimento das propostas advindas da sociedades civil no site:www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

Coordenado pela Secretaria Municipal de Governo e Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba (Ipplap), o Plano Diretor de Piracicaba foi instituído por lei municipal, que estabelece e organiza o desenvolvimento e expansão territorial do município. É o instrumento básico do processo de planejamento municipal para a implantação da política de desenvolvimento urbano, norteando a ação dos agentes públicos e privados e que organiza o planejamento do crescimento e transformação do território municipal, define ações prioritárias e, principalmente, porque estabelece o sistema de gestão democrática.

O vice-prefeito e secretário de Governo e Desenvolvimento Econômico, Antonio José de Godoy, explica que a revisão do Plano Diretor, é uma obrigação legal (Estatuto da Cidade – Lei Federal nº 10.257/2001), porém tem como principal objetivo unir a população ao poder público e criar a oportunidade para atualizar a lei em vigor e rever os dispositivos regulamentadores, na perspectiva de combater as desigualdades na cidade e implementar propostas para ordenamento territorial, proporcionar sustentabilidade e qualidade de vida.

De acordo com a engenheira agrônoma do Ipplap, Lidia d’Arce Martins, o Plano Diretor expressa a cidade que queremos, definindo os princípios, diretrizes e regras orientadoras que visam promover o desenvolvimento sustentável, a melhoria das condições de vida da população e o bem-estar da comunidade.

Como fazer a revisão do Plano Diretor

As etapas compreendem em leitura técnica e participativa. O objetivo é “ler a cidade”, identificando e entendendo o município; comparação de dados e informações, realizados pelos técnicos da prefeitura e, quando necessário, contratado estudo ou pessoal; leitura participativa com a visão de como a população percebe as necessidades do município; pois, revisão do Plano Diretor deve ser discutida com toda a sociedade antes de sua transformação em lei; e após haverá elaboração de um relatório, confecção de Projeto de Lei e encaminhado ao poder legislativo, para que haja aprovação dos vereadores. Apresentação da Leitura Participativa e Encaminhamentos do Processo da Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento.

Oficina Nova Suiça

Oficina Nova Suiça

Os membros da Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor, juntamente com o Pira 21 – Piracicaba Realizando o Futuro, realizaram, no dia 29 de maio, à noite, no Barracão da Igreja, oficina no Nova Suiça.

Esta oficina é a quinta realizada no rural; o objetivo é a realização de cinco oficinas com a sociedade civil nos núcleos urbanos no rural para ouvir os problemas e os aspectos positivos do nosso município, no processo de continuidade da leitura participativa da revisão do Plano Diretor.

A leitura da cidade (urbano e rural) se dará com a união da leitura participativa e técnica. A partir destas leituras serão definidos os temas prioritários para o futuro do município e para sua reorganização territorial.

Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

Oficina do Rural

Oficina do Rural

Os membros da Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor realizaram, no dia 28 de maio, à noite, na SEMA – Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, mais uma oficina com foco no rural.

O objetivo das oficinas é ouvir os principais problemas e os aspectos positivos do nosso município, de forma a ampliar a leitura participativa do processo da revisão do Plano Diretor, que em conjunto com a leitura técnica constituirá a leitura da cidade, em sentido amplo: urbano e rural. A partir destas leituras serão definidos os temas prioritários para o futuro do município e para sua reorganização territorial.

Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

Oficina no Pau D’Alhinho

Oficina no Pau D’Alhinho

Os membros da Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor, juntamente com o Pira 21 – Piracicaba Realizando o Futuro, realizaram, no dia 23 de maio, à noite, no Barracão da Igreja, oficina no Pau D’Alhinho.

Esta oficina é a quarta realizada no rural; o objetivo é a realização de cinco oficinas com a sociedade civil nos núcleos urbanos no rural para ouvir os problemas e os aspectos positivos do nosso município, no processo de continuidade da leitura participativa da revisão do Plano Diretor. A próxima será dia 29 de maio na Nova Suiça.

A leitura da cidade (urbano e rural) se dará com a união da leitura participativa e técnica. A partir destas leituras serão definidos os temas prioritários para o futuro do município e para sua reorganização territorial.

Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

Capacitações do Rural

Capacitações do Rural

A Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Ipplap) e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Semuttran), realizou duas capacitações na SEMA – Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, com foco no rural, nos dias 21 e 22 de maio, ambas às 19hOO.

As capacitações estão sendo realizadas junto com as Plenárias Regionais do Orçamento Participativo, em todas as regiões do município e visa esclarecer a todos a importância do Plano Diretor, o processo da revisão, divulgar onde encontrar as informações, para que todos entendam e possam participar no processo, bem como divulgar as oficinas.

Após as capacitações foram realizadas as Oficinas nas diversas regiões: centro, norte, sul, leste, oeste e rural.

Além destas Oficinas, os membros da Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor, juntamente com o Pira 21 – Piracicaba Realizando o Futuro, realizaram quatro Oficinas nos núcleos urbano no rural: Santana/Santa Olímpia, Tanquinho, Anhumas e Pau D’Alhinho e no dia 29 será na Nova Suiça.

Oficina, de forma simplificada, é debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, bem como do rural, nas diversas áreas, dentre as quais: mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente.

Todas as informações colhidas nas Oficinas farão parte da leitura participativa que em conjunto com a leitura técnica subsidiará a confecção do Plano Diretor.

Todos os interessados podem se informar e acompanhar os trabalhos realizados através do site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br ,aonde são encontrados documentos, legislação, notícias e a agenda.

Capacitações sobre a importância do Plano Diretor na Região Centro

Capacitações sobre a importância do Plano Diretor na Região Centro

Membros da Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor realizaram nos dias 14 e 15 deste mês, as 19h, na Prefeitura e no Centro Comunitário da Vila Rezende, capacitações com a comunidade da Região Centro da Macrozona Urbana.

O objetivo é a realização de dez encontros com a sociedade civil nas diversas regiões da cidade e dois no rural, para esclarecer a todos a importância do Plano Diretor, o processo da revisão, divulgar onde encontrar as informações, para que todos entendam e possam participar no processo, bem como divulgar as oficinas.

Após as capacitações serão realizadas as Oficinas, uma em cada região: centro, norte, sul, leste, oeste e rural, num total de seis.

Oficina, de forma simplificada, é debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, bem como do rural, nas diversas áreas, dentre as quais: mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente.

Todas as informações colhidas nas Oficinas farão parte da leitura participativa que em conjunto com a leitura técnica subsidiará a confecção do Plano Diretor.

As informações sobre o processo da revisão do Plano Diretor podem ser adquiridas no site: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

As próximas agendas de capacitações e oficinas nas diversas regiões são:

dia 21/05 – Capacitação na Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 22/05 – Capacitação na Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 23/05 – Oficina na Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 28/05 – Oficina na Região Rural SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

 

Oficina na Região Sul

OFICINA NA REGIÃO SUL

A Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Ipplap) e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Semuttran), realizou oficina na Região Sul da cidade – dia 09 de maio, às 19h, no Centro Comunitário Nova América.

As oficinas têm como objetivo debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, nas diversas áreas, entre elas, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação, meio ambiente e mobilidade.

Todas as informações colhidas farão parte da leitura participativa que, em conjunto com a leitura técnica, subsidiará a confecção do Plano Diretor.

O Plano Diretor é uma lei municipal e expressa a cidade que queremos, definindo os princípios, diretrizes e regras orientadoras que visam promover o desenvolvimento sustentável, a melhoria das condições de vida da população e o bem-estar da comunidade.

Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

 

Próximos eventos

Capacitações

dia 14/05 – Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 15/05 – Região Centro – Centro Comunitário Vila Rezende (Av. Osvaldo Cruz, n° 326 – Nhô Quim)

dia 21/05 – Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 22/05 – Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

 

Oficinas – Regiões

dia 23/05 – Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 23/05 Região Rural – Pau D’Alhinho

dia 28/05 – Região Rural SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 29/05 – Região Rural – Nova Suiça

 

Oficina na Região Norte

OFICINA NA REGIÃO NORTE

No dia 03 de maio, às 19h, no Centro Comunitário Santa Rosa, a Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Ipplap) e da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Semuttran), realizou mais uma oficina, desta vez na Região Norte.

As oficinas têm como objetivo debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, nas diversas áreas, entre elas, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação, meio ambiente e mobilidade.

Todas as informações colhidas farão parte da leitura participativa que, em conjunto com a leitura técnica, subsidiará a confecção do Plano Diretor.

O Plano Diretor é uma lei municipal que estabelece e organiza o desenvolvimento e expansão territorial de uma cidade. É o instrumento básico do processo de planejamento municipal para a implantação da política de desenvolvimento urbano, norteando as ações dos agentes públicos e privados.

Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

 

Próximos eventos

Capacitações

dia 14/05 – Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 15/05 – Região Centro – Centro Comunitário Vila Rezende (Av. Osvaldo Cruz, n° 326 – Nhô Quim)

dia 21/05 – Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 22/05 – Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

 

Oficinas – Regiões

dia 8/05 – Região Rural – Tanquinho – Centro Rural de Tanquinho

dia 9/05 – Região Sul – Centro Comunitário Nova América (Rua Coronel João Mendes Pereira de Almeida, nº 200)

dia 23/05 – Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 23/05 – Região Rural – Pau D’Alhinho

dia 28/05 – Região Rural SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 29/05 – Região Rural – Nova Suiça

Capacitações sobre a importância do Plano Diretor na Região Sul

Dando continuidade ao processo de revisão do Plano Diretor,  a Prefeitura de Piracicaba promoveu nas noites dos dias 23 e 24 de abril  mais duas capacitações com a comunidade da Região Sul.

No dia 23, à noite a Capacitação ocorreu no Centro Social do Parque dos Eucaliptos e  dia 24, também às 19:00h, no Centro Comunitário do Nova América, sente que esta contou com a participação de mais de 60 pessoas.

As capacitações  estão sendo feitas junto com as Plenárias Regionais do Orçamento Participativo, em todas as regiões do município e visa esclarecer a todos a importância do Plano Diretor, o processo da revisão, divulgar onde encontrar as informações, para que todos entendam e possam participar no processo, bem como divulgar as oficinas.

Após as capacitações serão realizadas as Oficinas, uma em cada região: centro, norte, sul, leste, oeste e rural, num total de seis.

Oficina, de forma simplificada, é debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, bem como do rural, nas diversas áreas, dentre as quais: mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente.

Todas as informações colhidas nas Oficinas farão parte da leitura participativa que em conjunto com a leitura técnica subsidiará a confecção do Plano Diretor.

Todos os interessados podem se informar e acompanhar os trabalhos realizados através do site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br ,aonde são encontrados documentos, legislação, notícias e a agenda das Oficinas e Capacitações a serem realizadas.

 

Centro Social do Parque dos Eucaliptos

 

Centro Comunitário do Nova América

 

Próximos eventos

Capacitações

dia 14/05 – Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 15/05 – Região Centro – Centro Comunitário Vila Rezende (Av. Osvaldo Cruz, n° 326 – Nhô Quim)

dia 21/05 – Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 22/05 – Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

 

Oficinas – Regiões

dia 3/05 – Região Norte – Santa Rosa – Centro Comunitário (Rua Milton Teixeira de Sá, 250)

dia 8/05 – Região Rural – Tanquinho – Centro Rural de Tanquinho

dia 9/05 – Região Sul – Centro Comunitário Nova América (Rua Coronel João Mendes Pereira de Almeida, nº 200)

dia 23/05 – Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 23/05 – Região Rural – Pau D’Alhinho

dia 28/05 – Região Rural SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 29/05 – Região Rural – Nova Suiça

Capacitações sobre a revisão do Plano Diretor na Região Norte

Continuando o processo participativo da revisão do Plano Diretor, os membros da Comissão de Coordenação realizaram nos dias 16 e 17 deste mês de abril, às 19h, encontros com a região norte: no CRAS Vila Sônia (Rua Padre Otto Andreas Josef Wolf, nº 720 – Vila Sônia) e no CRAS Mário Dedini (Av. Luís Raph Benatti, n° 1.400 – Mário Dedini).

O objetivo é a realização de dez encontros com a sociedade civil nas diversas regiões da cidade e dois no rural, para esclarecer a todos a importância do Plano Diretor, o processo da revisão, divulgar onde encontrar as informações, para que todos entendam e possam participar no processo, bem como divulgar as oficinas.

Após as capacitações serão realizadas as Oficinas, uma em cada região: centro, norte, sul, leste, oeste e rural, num total de seis.

Oficina, de forma simplificada, é debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, bem como do rural, nas diversas áreas, dentre as quais: mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente.

Todas as informações colhidas nas Oficinas farão parte da leitura participativa que em conjunto com a leitura técnica subsidiará a confecção do Plano Diretor.

As informações sobre o processo da revisão do Plano Diretor podem ser adquiridas no site: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

 

CRAS Vila Sônia (Rua Padre Otto Andreas Josef Wolf, nº 720 – Vila Sônia)

 

CRAS Mário Dedini (Av. Luís Raph Benatti, n° 1.400 – Mário Dedini)

 

Cronograma das próximas Oficinas

Zona Rural

Dia 08/05, às 19 h, Tanquinho, no Centro Rural, Rua Américo Faganello;

Dia 23/05, às 19h, Pau D’Álho, no barracão da Igreja;

Dia 28/05, às 19h, na Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), Av. Dr. Paulo de Moraes, nº 2133, Paulista;

Dia 29/05, às 19h, Nova Suiça, salão de festas da igreja Imaculada Conceição.

 

Regiões
Norte: dia 03/05, às 19h, no Centro Comunitário do bairro Santa Rosa, Rua Milton Teixeira de Sá, nº 250;
Sul: dia 09/05, às 19h, no Centro Comunitário do bairro Nova América, Rua João Mendes Pereira de Almeida, nº 200;
Centro: dia 23/05, às 19h, Prefeitura,  Rua Capitão Antonio Correa Barbosa, 2.233 – 3º andar.

Anhumas recebeu Oficina de Revisão do Plano Diretor

Anhumas recebeu Oficina de Revisão do Plano Diretor

Autor: João J. Souza/Foto: Ipplap

Técnicos da Prefeitura, juntamente com o Pira 21 – Piracicaba Realizando o Futuro, realizaram oficina da revisão do Plano Diretor em Anhumas, no dia 10 de abril. O encontro ocorreu no Centro Comunitário e contou com a presença de moradores, dos vereadores Paraná, Paulo Campos e Nancy Thame, além da participação especial de alunos do nível médio da Escola Felipe Cardoso. Durante a oficina, os moradores puderam elencar e priorizar os problemas e os aspectos positivos da região.

Também foram discutidos aspectos da Mobilidade Urbana, visto que o Plano Diretor de Mobilidade também está passando pelo processo de revisão. “Essa parceria com o Pira 21 é uma importante demonstração da preocupação da sociedade civil com o futuro do nosso município”, destacou o diretor-presidente do Ipplap (Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba), Arthur Ribeiro.

Oficina do Plano Diretor em Anhumas aconteceu no dia 10 de abril

Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

Cronograma das próximas Oficinas

Zona Rural

08/05, às 19 h, em Tanquinho;

23/05, às 19 , local à confirmar;

28/05, às 19h, na Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), Av. Dr. Paulo de Moraes, nº 2133, Paulista.;

29/05, às 19h, na Nova Suiça.

Regiões
Norte (03/05), às 19h, no Centro Comunitário do bairro Santa Rosa, Rua Milton Teixeira de Sá, 250;
Sul (09/05), às 19h, no Centro Comunitário do bairro Nova América, Rua João Mendes Pereira de Almeida, 200;
Centro (23/05), às 19h, no 3º andar da Prefeitura, Rua Capitão Antonio Correa Barbosa, 2.233.

Noticia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba (http://www.piracicaba.sp.gov.br/anhumas+recebeu+oficina+de+revisao+do+plano+diretor.aspx)

Oficinas de revisão do Plano Diretor movimentaram regiões da cidade

Oficinas de revisão do Plano Diretor movimentaram regiões da cidade

Autor: João J. Souza/Foto: Ipplap

Dando continuidade ao processo de revisão do Plano Diretor, em conjunto com a revisão do Plano de Mobilidade, a Prefeitura de Piracicaba promoveu nas noites dos dias 04/04 e 11/04 mais duas Oficinas de discussão, nas Regiões Oeste e Leste.

No dia 04, com o apoio da equipe técnica da Semdes, o encontro ocorreu no CRAS São José, no bairro Jaraguá, e contou com a presença de moradores, representantes de ongs e do presidente da Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba), João Manoel dos Santos.

No dia 11, com apoio do líder comunitário José Ferreira, o encontro aconteceu na sede da Associação de Moradores do Residencial Eldorado, que mobilizou a população da região para participar da Oficina.

Foram discutidos e priorizados os aspectos positivos e negativos da cidade, bem como os problemas de mobilidade das regiões.” Esses eventos fazem parte da leitura participativa da cidade, cujo objetivo é ler a cidade, identificando e entendendo o município. É a visão da população sobre o município. A participação da sociedade civil é de extrema relevância”, ressalta o diretor-presidente do Ipplap- Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba, Arthur Ribeiro.

No dia 04, o encontro ocorreu no CRAS São José, no bairro Jaraguá

Todos os interessados podem se informar e acompanhar os trabalhos realizados através do site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br ,aonde são encontrados documentos, legislação, notícias e a agenda das Oficinas e Capacitações a serem realizadas.

Próximos eventos

Capacitações

dia 23/04 – Região Sul – Centro Social e Varejão Parque dos Eucaliptos ( Av. Thales Castanho de Andrade, s/nº – Parque dos Eucaliptos)

dia 24/04 – Região Sul – Centro Comunitário do Nova América ( Rua Coronel João Mendes de Almeida, nº 200 – Nova América)

dia 14/05 – Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 15/05 – Região Centro – Centro Comunitário Vila Rezende (Av. Osvaldo Cruz, n° 326 – Nhô Quim)

dia 21/05 – Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 22/05 – Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

 

Oficinas – Regiões

dia 3/05 – Região Norte – Santa Rosa – Centro Comunitário (Rua Milton Teixeira de Sá, 250)

dia 9/05 – Região Sul – Centro Comunitário Nova América (Rua Coronel João Mendes Pereira de Almeida, nº 200)

dia 23/05 – Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 28/05 – Região Rural SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

 

Notícia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba (http://www.piracicaba.sp.gov.br/oficinas+de+revisao+do+plano+diretor+movimentaram+regioes+da+cidade.aspx)

Presença do Diretor Presidente do IPPLAP no Programa Agenda 21 em Ação

A convite do Programa Agenda 21 em Ação, em parceria com a TV Unimep, o Diretor Presidente do IPPLAP Arthur Ribeiro, participou da gravação do programa para falar sobre a  Revisão do Plano Diretor. O programa vai ao ar na próxima segunda feira, 16, às 21h pela TV UNIMEP – Canal 13 da NET Piracicaba, e no dia seguinte é disponibilizado no youtube (https://www.youtube.com/user/Pira21videos).

O Diretor Presidente do IPPLAP, Arthur Ribeiro, entre  Reinaldo Diniz e Maria Rosa Bueno Morais.

Oficina Santana/Santa Olímpia

No dia 05 de abril, à noite, membros da Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor, juntamente com o Pira 21 – Piracicaba Realizando o Futuro, realizaram oficina em Santana/Santa Olímpia.

Santa e Santa Olímpia são núcleos urbanos no rural com características específicas; foram fundados por imigrantes trentino-tiroleses no século XIX e mantêm manifestações culturais da região.

O objetivo é a realização de cinco encontros com a sociedade civil nos núcleos urbanos no rural e ouvir os problemas e os aspectos positivos, no processo de continuidade da leitura participativa da revisão do Plano Diretor. A leitura participativa é a ocasião para que todos conheçam visões e modos de pensar diferentes dos seus.

A leitura da cidade (urbano e rural) se dará com a união da leitura participativa e técnica. A partir destas leituras serão definidos os temas prioritários para o futuro do município e para sua reorganização territorial.

Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

 

Cronograma das próximas Oficinas

Rural
10/04, às 19h, no Centro Comunitário de Anhumas, localizado na Rodovia Luiz Dias Gonzaga;
08/05, também à noite, em Tanquinho, local a ser definido;

28/05 às 19h, na Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), Av. Dr. Paulo de Moraes, nº 2133, Paulista.

 

Regiões
Oeste (04/04), às 19h, no CRAS São José, Av. Demóstenes Santos Corrêa, 1.333, no Jaraguá;
Leste (11/04), às 19h, na Associação dos Moradores do Parque Eldorado, Av. Romeu Ítalo Rípoli, 620, Residencial Eldorado;
Norte (03/05), às 19h, no Centro Comunitário do bairro Santa Rosa, Rua Milton Teixeira de Sá, 250;
Sul (09/05), às 19h, no Centro Comunitário do bairro Nova América, Rua João Mendes Pereira de Almeida, 200;
Centro (23/05), às 19h, no 3º andar da Prefeitura, Rua Capitão Antonio Correa Barbosa, 2.233.

 

Capacitação sobre a revisão do Plano Diretor no COMDEF

Atendendo solicitação do Comdef – Conselho Municipal de Proteção, Direitos e Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência, a Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor participou de reunião no dia 04 de abril, às 19h, esclarecendo aos conselheiros a importância da participação no processo da revisão de Plano Diretor.

Com esta capacitação a Comissão já realizou 7 capacitações: 2 na região oeste, 2 na região leste, Comder – Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Comdema – Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente e Comdef.

Estão agendadas mais 8 capacitações, 2 em cada região: norte, sul, centro e rural. Após estas capacitações serão realizadas mais 10 Oficinas, para ouvir a sociedade civil, uma em cada região: centro, norte, sul, leste e 6 no rural (em diversas regiões), num total de 16 Oficinas.

Oficina, de forma simplificada, é debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, bem como do rural, nas diversas áreas, dentre as quais: mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente.

Desta forma teremos a visão da população sobre o município e, por isso, é fundamental a participação da sociedade civil nesta etapa.

As informações sobre o local das capacitações e oficinas, bem como, o processo da revisão do Plano Diretor, podem ser adquiridas no site: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

 

Cronograma de Oficinas

Rural
05/04, às 19h30, na EE Dr. Samuel de Castro Neves, em Santana/Santa Olímpia, na rua Virgínia Vitorelli Correr, 56;
10/04, às 19h, no Centro Comunitário de Anhumas, localizado na Rodovia Luiz Dias Gonzaga;
08/05, também à noite, em Tanquinho, local a ser definido;

28/05 às 19h, na Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), Av. Dr. Paulo de Moraes, nº 2133, Paulista.

Regiões
Oeste (04/04), às 19h, no CRAS São José, Av. Demóstenes Santos Corrêa, 1.333, no Jaraguá;
Leste (11/04), às 19h, na Associação dos Moradores do Parque Eldorado, Av. Romeu Ítalo Rípoli, 620, Residencial Eldorado;
Norte (03/05), às 19h, no Centro Comunitário do bairro Santa Rosa, Rua Milton Teixeira de Sá, 250;
Sul (09/05), às 19h, no Centro Comunitário do bairro Nova América, Rua João Mendes Pereira de Almeida, 200;
Centro (23/05), às 19h, no 3º andar da Prefeitura, Rua Capitão Antonio Correa Barbosa, 2.233.

Ipplap define cronograma de oficinas da revisão do Plano Diretor para bairros e regiões

Ipplap define cronograma de oficinas da revisão do Plano Diretor para bairros e regiões

Autor: João J. Souza

A Prefeitura, por meio do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Ipplap), anunciou o cronograma de oficinas para revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento e do Plano Diretor de Mobilidade nos bairros e regiões, incluindo a zona rural.
As oficinas têm como objetivo debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, bem como da zona rural, nas diversas áreas, entre elas mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente. Todas as informações colhidas farão parte da leitura participativa que, em conjunto com a leitura técnica, subsidiará a confecção do Plano Diretor.
O Plano Diretor é uma lei municipal que estabelece e organiza o desenvolvimento e expansão territorial de uma cidade. É o instrumento básico do processo de planejamento municipal para a implantação da política de desenvolvimento urbano, norteando as ações dos agentes públicos e privados. Este instrumento não é apenas técnico; a participação da população é fundamental para que os objetivos sejam atingidos.
A conclusão da revisão do Plano, que atende ao Estatuto da Cidade, acontecerá no segundo semestre e, em seguida, o documento será protocolado na Câmara de Vereadores para aprovação.
As informações sobre o processo da revisão do Plano Diretor podem ser adquiridas no site: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

 

Cronograma
Bairros
05 de abril, às 19h30, a Oficina acontecerá na EE Dr. Samuel de Castro Neves, em Santana/Santa Olímpia, na rua Virgínia Vitorelli Correr, 56;
10 de abril, a Oficina será realizada às 19h no Centro Comunitário de Anhumas, localizado na Rodovia Luiz Dias Gonzaga;
08 de maio, a Oficina será realizada em Tanquinho, também à noite
Regiões
Oeste (04/04), às 19h, no CRAS São José, na Avenida Demóstenes Santos Corrêa, 1333, no Jaraguá;
Leste (11/04), às 19h, na Associação dos Moradores do Parque Eldorado, na Avenida Romeu Ítalo Rípoli, 620, Residencial Eldorado;
Norte (03/05), às 19h, no Centro Comunitário do bairro Santa Rosa, na Rua Milton Teixeira de Sá, 250;
Sul (09/05), às 19h, no Centro Comunitário do bairro Nova América – na Rua João Mendes Pereira de Almeida, 200;
Centro (23/05), às 19h, no 3º andar da Prefeitura, Rua Capitão Antonio Correa Barbosa, 2233.
Macrozona Rural

28/05 às 19h, na Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), na Avenida Dr. Paulo de Moraes, nº 2133, Paulista.

 

Noticia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba, em 02 de Abril de 2018. (http://www.piracicaba.sp.gov.br/ipplap+define+cronograma+de+oficinas+da+revisao+do+plano+diretor+para+bairros+e+regioes.aspx)

Capacitações sobre a importância do Plano Diretor na Região Leste

Capacitações sobre a importância do Plano Diretor na Região Leste

Membros da Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor realizaram nos dias 26 e 27 deste mês, as 19h, na Associação Moradores do Eldorado e no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Bairro Piracicamirim, capacitações com a comunidade da região Leste da Macrozona Urbana.

O objetivo é a realização de dez encontros com a sociedade civil nas diversas regiões da cidade e dois no rural, para esclarecer a todos a importância do Plano Diretor, o processo da revisão, divulgar onde encontrar as informações, para que todos entendam e possam participar no processo, bem como divulgar as oficinas.

Após as capacitações serão realizadas as Oficinas, uma em cada região: centro, norte, sul, leste, oeste e rural, num total de seis.

Oficina, de forma simplificada, é debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, bem como do rural, nas diversas áreas, dentre as quais: mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente.

Todas as informações colhidas nas Oficinas farão parte da leitura participativa que em conjunto com a leitura técnica subsidiará a confecção do Plano Diretor.

As informações sobre o processo da revisão do Plano Diretor podem ser adquiridas no site: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

As próximas agendas de capacitações e oficinas nas diversas regiões são:

dia 04/04 – Oficina na Região Oeste – CRAS São José (Av. Demosthenes Santos Corrêa, n° 1.333 – Jaraguá)

dia 11/04 – Oficina na Região Leste – Associação de Moradores Residencial Eldorado (Av. Romeu Ítalo Ripoli nº 620 – Residencial Eldorado)

dia 16/04 – Capacitação na Região Norte – CRAS Vila Sônia (Rua Padre Otto Andreas Josef Wolf, 720 – Vila Sônia)

dia 17/04 – Capacitação na Região Norte – CRAS Mário Dedini (Av. Luís Rapf Benatti, n° 1.400 – Mário Dedini)

dia 23/04 – Capacitação na Região Sul – Centro Social e Varejão Parque dos Eucaliptos (Av. Thales Castanho de Andrade, n° s/n° – Parque dos Eucaliptos)

dia 24/04 – Capacitação na Região Sul – Centro Comunitário Nova América (Rua Coronel João Mendes Pereira de Almeida, nº 200)

dia 03/05 – Oficina na Região Norte – Centro Comunitário do Santa Rosa (Rua Milton Teixeira de Sá, 250)

dia 09/05 – Oficina na Região Sul – Centro Comunitário Nova América (Rua Coronel João Mendes Pereira de Almeida, nº 200)

dia 14/05 – Capacitação na Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 15/05 – Capacitação na Região Centro – Centro Comunitário Vila Rezende (Av. Osvaldo Cruz, n° 326 – Nhô Quim)

dia 21/05 – Capacitação na Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 22/05 – Capacitação na Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 23/05 – Oficina na Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 28/05 – Oficina na Região Rural SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

Associação Moradores do Eldorado

CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Bairro Piracicamirim

Oficina com os membros do Conselho da Cidade

Oficina com os membros do Conselho da Cidade

No dia 20 de março, à noite, no Centro Cívico, o Ipplap realizou mais uma oficina, desta vez com os membros do Conselho da Cidade.

O Conselho da Cidade foi instituído pelo Plano Diretor de 2006; é um órgão consultivo e deliberativo em matéria de natureza urbanística e de política urbana, é composto por diversos segmentos da sociedade (empresários, Ong’s, movimentos populares, entidades profissionais, acadêmicas e sindicais) e do poder público, permitindo, desta forma, a participação da sociedade civil no processo de tomada de decisões.

Portanto, todo projeto de lei relacionado com questões urbanísticas e de política urbana tem que ser aprovado pelo Conselho da Cidade para ser encaminhada à Câmara de Vereadores. Assim o Projeto de Lei do Plano Diretor em revisão terá que ser aprovado por este órgão.

O objetivo desta oficina foi ouvir os principais problemas das regras urbanísticas, bem como os aspectos positivos, de forma a ampliar a leitura participativa, em andamento, do processo da revisão do Plano Diretor, que em conjunto com a leitura técnica teremos a leitura da cidade, em sentido amplo: urbano e rural. A partir destas leituras serão definidos os temas prioritários para o futuro do município e para sua reorganização territorial.

Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

Capacitações sobre a importância do Plano Diretor na Região Oeste

Membros da Comissão de Coordenação da revisão do Plano Diretor realizaram nos dias 19 e 20 deste mês, as 19h, no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) dos bairros São Jorge e Novo Horizonte, capacitações com a comunidade da região oeste da Macrozona Urbana.

O objetivo é a realização de dez encontros com a sociedade civil nas diversas regiões da cidade e dois no rural, para esclarecer a todos a importância do Plano Diretor, o processo da revisão, divulgar onde encontrar as informações, para que todos entendam e possam participar no processo, bem como divulgar as oficinas.

Após as capacitações serão realizadas as Oficinas, uma em cada região: centro, norte, sul, leste, oeste e rural, num total de seis.

Oficina, de forma simplificada, é debater com a comunidade os problemas que elas enfrentam ou sentem em relação a cidade, bem como do rural, nas diversas áreas, dentre as quais: mobilidade, saneamento, estrutura urbana, segurança, habitação e meio ambiente.

Todas as informações colhidas nas Oficinas farão parte da leitura participativa que em conjunto com a leitura técnica subsidiará a confecção do Plano Diretor.

As informações sobre o processo da revisão do Plano Diretor podem ser adquiridas no site: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

As próximas agendas de capacitações e oficinas nas diversas regiões são:

dia 26/03 – Capacitação na Região Leste – Associação de Moradores Residencial Eldorado (Av. Romeu Ítalo Ripoli nº 620 – Residencial Eldorado)

dia 27/03 – Capacitação na Região Leste – CRAS Piracicamirim (Rua São Thomaz de Aquino nº. 50 – Piracicamirim)

dia 04/04 – Oficina na Região Oeste – CRAS São José (Av. Demosthenes Santos Corrêa, n° 1.333 – Jaraguá)

dia 11/04 – Oficina na Região Leste – Associação de Moradores Residencial Eldorado (Av. Romeu Ítalo Ripoli nº 620 – Residencial Eldorado)

dia 16/04 – Capacitação na Região Norte – CRAS Vila Sônia (Rua Padre Otto Andreas Josef Wolf, 720 – Vila Sônia)

dia 17/04 – Capacitação na Região Norte – CRAS Mário Dedini (Av. Luís Rapf Benatti, n° 1.400 – Mário Dedini)

dia 23/04 – Capacitação na Região Sul – Centro Social e Varejão Parque dos Eucaliptos (Av. Thales Castanho de Andrade, n° s/n° – Parque dos Eucaliptos)

dia 24/04 – Capacitação na Região Sul – Centro Comunitário Nova América (Rua Coronel João Mendes Pereira de Almeida, nº 200)

dia 3/05 – Oficina na Região Norte – Santa Rosa

dia 9/05 – Oficina na Região Sul – Centro Comunitário Nova América (Rua Coronel João Mendes Pereira de Almeida, nº 200)

dia 14/05 – Capacitação na Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 15/05 – Capacitação na Região Centro – Centro Comunitário Vila Rezende (Av. Osvaldo Cruz, n° 326 – Nhô Quim)

dia 21/05 – Capacitação na Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 22/05 – Capacitação na Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

dia 23/05 – Oficina na Região Centro – Prefeitura (Rua Cap. Antônio Correa Barbosa nº 2233 – 3º Andar – Centro)

dia 28/05 – Oficina na Região Rural SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Av. Dr. Paulo de Moraes, n° 2.113 – Paulista)

 

Capacitação realizada no dia 19 de Março no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Bairro São Jorge.

 

Capacitação realizada no dia 20 de Março no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Bairro Novo Horizonte.

Integrantes do Pira 21 discutem Revisão do Plano Diretor na zona rural

Autor: Texto e Foto: João J. Souza

Em reunião realizada no úlitmo dia 15 entre membros do Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba) e do Pira 21 – Piracicaba Realizando o Futuro, ficaram acordadas mais cinco oficinas no processo da revisão do Plano Diretor na Macrozona Rural, nas seguintes localidades: Anhumas, Tanquinho, Pau D’alhinho, Serrote e Santana/Santa Olímpia.

Estiveram presentes, representando o Pira 21, Marly Teresinha Pereira, Rosa Morais e Edinelson Mellega. O tema rural foi o foco da reunião e devido a extensão de seu território, ficou clara a necessidade de estar nas comunidades mencionadas, por meio de mais 5 oficinas, uma em cada região.

O Ipplap já realizou uma oficina na Coplacana (Cooperativa dos Plantadores de Cana do Estado de São Paulo) e realizará outra oficina na Sema (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), no dia 28 de maio, às 19h, ambas voltadas para o rural.

O objetivo é ampliar a leitura participativa neste processo de revisão do Plano Diretor que, em conjunto com a leitura técnica, poderá identificar a situação do município, subsidiando a elaboração do Plano Diretor. Todas as informações e agendas dos eventos podem ser encontradas no site da revisão do Plano Diretor: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br.

Reunião no dia 15 contou com a participação de membros do Ipplap e do Pira 21

 

Noticia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba, em 22 de Março de 2018. (http://www.piracicaba.sp.gov.br/integrantes+do+pira+21+discutem+revisao+do+plano+diretor+na+zona+rural.aspx)

Coplacana sediou Oficina do Plano Diretor

Autor: João J. Souza/Foto: Divulgação

Em mais uma etapa do processo de revisão do Plano Diretor, em conjunto com a revisão do Plano de Mobilidade, a Prefeitura de Piracicaba promoveu, na noite da última quinta-feira (15), mais uma oficina de discussão.

O evento foi realizado na Coplacana, tendo como público-alvo a população da Zona Rural. Por isso, contou com a participação de agricultores, representantes de universidades e população em geral, além de técnicos da prefeitura e os secretários de Agricultura e Abastecimento, Waldemar Gimenez, de Trânsito e Transportes, Jorge Akira, e do presidente de Ipplap, Arthur Ribeiro. O vereador Gilmar Rotta representou a Câmara de Vereadores.

Foram discutidos e priorizados os aspectos positivos e negativos da Zona Rural, bem como os problemas de mobilidade da região. O evento faz parte da leitura participativa da cidade, cujo objetivo é “ler a cidade”, identificando e entendendo o município, é mais subjetiva, é a visão da população sobre o município.

Todos os interessados podem se informar e acompanhar os trabalhos realizados através do site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br, onde são encontrados documentos, legislação, notícias e a agenda das Oficinas e Capacitações a serem realizadas. A próxima Oficina acontecerá no dia 22 de março, na Fumep e o público-alvo são os membros dos Conselhos Municipais, Associações de Moradores e sociedade civil organizada.

Desde o dia 19 deste mês estão acontecendo as capacitações, junto com as Plenárias do Orçamento Participativo, nas 6 regiões da cidade: Norte, Sul, Leste, Oeste, Centro e Macrozona Rural e, a partir de abril, a Prefeitura volta nessas regiões para a realização das Oficinas, e é muito importante a participação da comunidade.

A população em geral está convidada para todas as Oficinas e Capacitações, que acontecem sempre a partir das 19h.

Oficina da Revisão do Plano Diretor ocorreu na Coplacana
Atividades do mês de março

dia 20 – Capacitação na Região Oeste – CRAS Novo Horizonte

dia 22 – Oficina com Conselhos, Associações de Moradores e sociedade civil organizada – FUMEP

dia 26 – Capacitação na Região Leste – Associação de Moradores Residencial Eldorado

dia 27 – Capacitação na Região Leste – CRAS Piracicamirim

*Os eventos dos meses de abril e maio encontram-se no site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br

Noticia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba, em 20 de Março de 2018. (http://www.piracicaba.sp.gov.br/coplacana+sediou+oficina+do+plano+diretor.aspx)

Reunião com membros de Santana e Santa Olímpia

Com o objetivo de ouvir a sociedade civil, seguindo no processo participativo da revisão do Plano Diretor, o Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba) recebeu algumas reivindicações da comunidade de Santana e Santa Olímpia, num encontro realizado na Emdhap, no dia 16 de março, de manhã.

Santa e Santa Olímpia são núcleos urbanos na Macrozona Rural, produzidos pelos imigrantes Italianos, região de Trento, com características, tradições e manifestações culturais específicas, dentre elas a realização de festas: Festa da Cuccagna, Festa da Polenta e a Festa do Vinho.

Além das festas realizam outros eventos e atividades que mantêm a tradição: em agosto há a comemoração da imigração, a culinária, o dialeto e os coros.

Portanto, trata-se de um núcleo urbano com características específicas e a revisão do Plano Diretor deverá olhar e zelar pela comunidade.

Revisão do Plano Diretor foi apresentada para membros do Comder

Atendendo à solicitação do Comder (Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural), o Ipplap participou da reunião ordinária do mesmo, na tarde de 13 de março, sendo que um dos itens da pauta foi a Revisão do Plano Diretor.

A engenheira civil Maria Beatriz Silotto Dias de Souza participou da reunião apresentando como está sendo desenvolvido o processo de revisão, esclarecendo dúvidas s e ouvindo sugestões dos Conselheiros. Foi ressaltada a importância da Zona Rural para o município e toda a atenção que está sendo dada para se compatibilizar o Plano Diretor de Desenvolvimento com o Plano de Desenvolvimento Rural Sustentável

Esse evento faz parte da leitura participativa da cidade, cujo objetivo é “ler a cidade”, identificando e entendendo o município, é mais subjetiva, é a visão da população sobre o município e, por isso, foi ressaltada a importância da participação da sociedade civil nesta etapa.

Todos os interessados podem se informar e acompanhar os trabalhos realizados através do site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br , aonde são encontrados documentos, legislação, notícias e a agenda das Oficinas e Capacitações a serem realizadas, inclusive a minuta do Diagnóstico da Revisão do Plano Diretor

Atividades do mês de março

dia 19 – Capacitação na Região Oeste – CRAS São José

dia 20 – Capacitação na Região Oeste – CRAS Novo Horizonte

dia 22 – Oficina com Conselhos, Associações de Moradores e sociedade civil organizada – FUMEP

dia 26 – Capacitação na Região Leste – Associação de Moradores Residencial Eldorado

dia 29 – Capacitação na Região Leste – CRAS Piracicamirim

Toda a população está convidada para todas as Oficinas e Capacitações, que acontecem sempre a partir das 19 horas. Os eventos dos meses de abril e maio encontram-se no site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br

Revisão do Plano Diretor foi apresentada para membros do Comdema

Atendendo à solicitação da Presidência do Comdema(Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente) Iraci Honda, o Ipplap participou da reunião ordinária do mesmo, na noite de 12 de março, cuja pauta foi a Revisão do Plano Diretor.

A engª civil Maria Beatriz Silotto Dias de Souza e a engª agrª Lidia d’Arce Martins participaram da reunião apresentando e discutindo com os conselheiros a minuta do Diagnóstico da Revisão, bem como esclarecendo dúvidas sobre o trabalho que está sendo desenvolvido e ouvindo sugestões dos Conselheiros.

Esse evento faz parte da leitura participativa da cidade, cujo objetivo é “ler a cidade”, identificando e entendendo o município, é mais subjetiva, é a visão da população sobre o município e, por isso, foi ressaltada a importância da participação da sociedade civil nesta etapa.

Todos os interessados podem se informar e acompanhar os trabalhos realizados através do site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br , aonde são encontrados documentos, legislação, notícias e a agenda das Oficinas e Capacitações a serem realizadas, inclusive a minuta do Diagnóstico da Revisão do Plano Diretor

Atividades do mês de março

dia 19 – Capacitação na Região Oeste – CRAS São José

dia 20 – Capacitação na Região Oeste – CRAS Novo Horizonte

dia 22 – Oficina com Conselhos, Associações de Moradores e sociedade civil organizada – FUMEP

dia 26 – Capacitação na Região Leste – Associação de Moradores Residencial Eldorado

dia 29 – Capacitação na Região Leste – CRAS Piracicamirim

Toda a população está convidada para todas as Oficinas e Capacitações, que acontecem sempre a partir das 19 horas. Os eventos dos meses de abril e maio encontram-se no site.

Ipplap apresenta processo de revisão do Plano Diretor ao Conselho do OP

Autor: João J. Souza

O presidente do Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba), Arthur Ribeiro Neto, participou, na noite de segunda feira (05), no prédio do Centro Cívico, da reunião do Conselho do Orçamento Participativo. O objetivo foi apresentar o processo de revisão do Plano Diretor de Piracicaba e como ele ocorrerá a parceria com o OP.

Foi esclarecido que a primeira etapa da elaboração da revisão do Plano Diretor é a leitura técnica e participativa. “O objetivo é ler a cidade, identificando e entendendo o município. A leitura técnica é objetiva, é a comparação de dados e informações, realizados pelos técnicos da prefeitura e, quando necessário, contratado estudo ou pessoal. A leitura participativa é mais subjetiva, é a visão da população, como ela vê o município. É nesta etapa que o Conselho do Orçamento Participativo tem atuação especial, pois serão feitas atividades de acordo com a divisão da cidade utilizada pelo OP, as 6 regiões da cidade: Norte, Sul, Leste, Oeste, Centro e Macrozona Rural”, explicou Arthur Ribeiro.

Primeiramente, nas 12 Plenárias Regionais do OP, duas em cada região, a equipe da Prefeitura realizará uma capacitação para os participantes, com informações sobre o que é o Plano Diretor e como participar do processo de revisão. Numa segunda etapa, que se inicia em abril, a equipe voltará em cada uma das regiões para as Oficinas, onde ocorrerão as discussões sobre a cidade.

 

As primeiras Capacitações ocorrem já neste mê de março, sempre às 19h.

dia 19 – Capacitação na Região Oeste – CRAS São José

dia 20 – Capacitação na Região Oeste – CRAS Novo Horizonte

dia 26 – Capacitação na Região Leste – Associação de Moradores Residencial Eldorado

dia 29 – Capacitação na Região Leste – CRAS Piracicamirim

 

A partir de abril haverá Oficinas e Capacitações

dia 4/04 – Oficina na Região Oeste

dia 11/04 – Oficina na Regia Leste

dia 16/04 – Capacitação na Região Norte – CRAS Vila Sônia

dia 17/04 – Capacitação na Região Norte – CRAS Mário Dedini

dia 23/04 – Capacitação na Região Sul – Centro Social e Varejão Parque dos Eucaliptos

dia 24/04 – Capacitação na Região Sul – Centro Comunitário Nova América

dia 2/05 – Oficina na Regia Norte

dia 9/05 – Oficina na Regia Sul

dia 14/05 – Capacitação na Região Centro – Prefeitura

dia 15/05 – Capacitação na Região Centro – Centro Comunitário Vila Rezende

dia 21/05 – Capacitação na Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento

dia 22/05 – Capacitação na Região Rural – SEMA – Secretaria de Agricultura e Abastecimento

dia 23/05 – Oficina na Regia Centro

dia 28/05 – Oficina na Regia Rural

A programação completa encontra-se no site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br , aonde todos os interessados podem se informar e acompanhar os trabalhos realizados e são são encontrados documentos, legislação, notícias e a agenda das Oficinas e Capacitações a serem realizadas.

Noticia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba, em 09 de Março de 2018.(http://www.piracicaba.sp.gov.br/ipplap+apresenta+processo+de+revisao+do+plano+diretor+ao+conselho+do+op.aspx)

Acipi sedia 1ª Oficina do Plano Diretor

Autor: João J. Souza/Foto: Divulgação

Dando continuidade ao processo de revisão do Plano Diretor, a Prefeitura de Piracicaba promoveu, na noite de quarta-feira (07), a primeira Oficina de discussão.

O evento foi realizado na Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba) (Acipi) e contou com a participação, em sua maioria, de técnicos que atuam na área, como arquitetos e engenheiros. Também participaram os membros do Conselho da Cidade, Ligia Duarte, Isaac Roston e José Ferreira de Matos, e os vereadores Dirceu Alves da Silva e Paulo Serra.

Foram discutidos e priorizados os principais problemas da cidade e também os aspectos positivos e negativos da atual legislação urbanística municipal. “Esse evento faz parte da leitura participativa da cidade, cujo objetivo é ‘ler’ a cidade, identificando e entendendo o município. É mais subjetiva, é a visão da população sobre o município”, explicou o diretor-presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Ipplap), Arthur Ribeiro.

Ribeiro disse que a participação da sociedade civil nesta etapa é de extrema relevância, por isso a presença de tantos profissionais na discussão foi de extrema valia e contribuição para o processo.

Todos os interessados podem se informar e acompanhar os trabalhos realizados através do site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br, onde são encontrados documentos, legislação, notícias e a agenda das oficinas e capacitações a serem realizadas.

As próximas oficinas acontecerão nos dias 15 e 22 de março. No dia 15, na Coplacana, às 19h, o público-alvo é a população da zona rural. Já no dia 22, na Fumep, o público-alvo são os membros dos Conselhos Municipais, Associações de Moradores e sociedade civil organizada.

A partir do dia 19 de março acontecerão as capacitações, junto com as Plenárias do Orçamento Participativo, nas 6 regiões da cidade: Norte, Sul, Leste, Oeste, Centro e Macrozona Rural e, a partir de abril, a Prefeitura volta nessas regiões para a realização das Oficinas, e é muito importante a participação da comunidade.

A população em geral está convidada para todas as oficinas e capacitações, que acontecem sempre a partir das 19h.

Arquitetos e engenheiros foram a maioria na 1ª Oficina da revisão do Plano Diretor
Atividades do mês de março

dia 15 – Oficina com a população da Macrozona Rural – Coplacana

dia 19 – Capacitação na Região Oeste – CRAS São José

dia 20 – Capacitação na Região Oeste – CRAS Novo Horizonte

dia 22 – Oficina com Conselhos, Associações de Moradores e sociedade civil organizada – FUMEP

dia 26 – Capacitação na Região Leste – Associação de Moradores Residencial Eldorado

dia 29 – Capacitação na Região Leste – CRAS Piracicamirim

Os eventos dos meses de abril e maio encontram-se no site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br

Noticia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba, em 09 de Março de 2018. (http://www.piracicaba.sp.gov.br/acipi+sedia+1+oficina+do+plano+diretor.aspx)

Plano vai aos bairros – Ipplap organizou agenda para que a população seja capacitada e problemas elencados

ADRIANA FEREZIM
Da Gazeta de Piracicaba
adriana.ferezim@gazetadepiracicaba.com.br

Começa no próximo mês, as reuniões com a comunidade e nos bairros, para a elaboração da revisão do Plano Diretor de Piracicaba. A primeira
audiência pública realizada pela prefeitura, ocorreu na quarta-feira (21), e contou com número expressivo de representantes da sociedade, de diferentes segmentos. A reunião aconteceu no auditório do Centro Cívico. A agenda com todas as datas pode ser conferida no site www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br. Por esse site também é possível
sugerir propostas e verificar as já protocoladas.
Os participantes da audiência pública apresentaram questionamentos
referentes à acessibilidade, área rural, patrimônio, meio ambiente, segurança e o perímetro urbano, principalmente com relação aos vazios
urbanos e os lotes vazios na região urbana, que soma cerca de 43 mil unidades.
O presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba
(Ipplap), Arthur Ribeiro, ressaltou que há previsões legais para incentivar a ocupação desses lotes vazios e que estão sendo discutidas tecnicamente nessa revisão do Plano Diretor. Uma das ideias apresentadas foi a do direito de preempção, previsto no Estatuto das Cidades.
Esse instrumento, conforme a lei, prevê que “será exercido sempre
que o Poder Público necessitar de áreas para regularização fundiária; execução de programas e projetos habitacionais de interesse social, ordenamento e direcionamento da expansão urbana, implantação de equipamentos urbanos e comunitários; criação de espaços públicos de
lazer e áreas verdes” e outros.
“Todas as possibilidades e sugestões serão analisadas. Por esse motivo é importante a participação da sociedade nas reuniões de capacitação e oficinas que serão realizadas nas entidades e nos encontros do Orçamento Participativo (OP)”, afirmou.
Segundo ele, a zona rural tem dois encontros previstos na sede da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento. Também
haverá um encontro sobre a macrozona rural na Cooperativa dos Plantadores de Cana do Estado de São Paulo (Coplacana), no dia 15 de março.
Na audiência, a professora Marly Teresinha Pereira, sugeriu que
as discussões sobre a zona rural também sejam levadas até os moradores. “Essa população não está organizada”, sugeriu.
Ribeiro ressaltou a importância de os representantes das associações
dos moradores participarem das reuniões em suas regiões. “As pessoas serão capacitadas, depois serão realizadas oficinas para debate dos problemas e coleta das sugestões, que passarão pelo crivo da comissão
técnica para a elaboração do plano”, explicou.

                                                                                         Foto: Del Rodrigues
A primeira reunião do Plano Diretor de Piracicaba foi realizada quarta-feira, no auditório do Centro Cívico

 

Noticia publicada no Jornal Gazeta de Piracicaba, em 23 de Fevereiro de 2018.

Sociedade civil prestigia audiência pública para discutir a revisão do Plano Diretor

Autor: Texto e fotos: João J. Souza

A revisão do Plano Plano Diretor de Desenvolvimento de Piracicaba (PPD) foi discutida em audiência pública, na noite de quarta-feira (21), no Anfiteatro do Centro Cívico. O ato contou com a participação do prefeito Barjas Negri, do diretor-presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba (Ippap), Arthur Ribeiro, do procurador-geral do Município, Sergio Bissoli, do vereador Pedro Kawai, representando a Presidência da Câmara de Vereadores, secretários municipais e diversos segmentos da sociedade civil.

Após a apresentação da revisão do Plano Diretor, foi apresentada a minuta do Diagnóstico do Plano Diretor, da Metodologia a ser usada na revisão e do site do PPD pela engenheira civil Maria Beatriz Silotto Dias de Souza. Foram abordados temas como expansão urbana territorial, zoneamento, mobilidade, vetores de crescimento, irregularidades urbanísticas, zona especial de interesse ambiental, entre outros. Em seguida o público pode fazer perguntas e tirar dúvidas.

Barjas destacou o caráter transparente e democrático da audiência pública. “Vamos procurar sempre ouvir a população e a sociedade civil organizada. Queremos a participação de todos. É um instrumento de participação da sociedade, assim como o Orçamento Participativo, os diversos Conselhos instituídos no município, o PPA Cidadão, dando oportunidade para que a sociedade organizada dê suas sugestões e críticas”, disse o prefeito.

De acordo com Barjas, o Plano Diretor dá um horizonte das áreas de expansão, onde se pode fazer boas edificações, modificar ou não o perímetro urbano e permite estabelecer locais de urbanização consorcidada.

Arthur Ribeiro esclarece que a audiência foi devidamente convocada por edital publicado no Diário Oficial do Município e foi amplamente divulgada pelos meios de comunicação da cidade. “A audiência foi filmada e gravada e será trancrita na íntegra, sendo disponibilizada posteriormente no site do Plano Diretor”. (www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br)

O Diretor do Ipplap informou que em março em abril serão realizadas 12 oficinas de capacitação nos bairros, sendo 2 por cada região da cidade ( norte, sul, leste, oeste e centro), além da zona rural, seguindo a agenda das Plenárias Regionais do Orçamento Participativo. “Após as capacitações serão feitas oficinas também nas regiões para entender o que as pessoas pensam em relação aos problemas de seus bairros e futuramente abrir para propostas para ser enviada ao Plano Diretor. Além dessas, também serão feitas 3 oficinas em que serão convidados segmentos específicos da sociedade, como, conselhos, CAO, CREA, CRECI, OAB, Associações, Universidades, sindicatos, população da zona rural, além da população em geral”.

O representante da sociedade civil no Concidade, Ivanjo Cristiano Spadote, reconhece a importância do PPD, por nortear o crescimento ordenado e sustentável da cidade. “É importante que seja feita a leitura não só dos técnicos, mas também ouvir a opinião das comunidades que vivem o dia a dia de seus bairros, com a perspectiva de combater as desigualdades na cidade e implementar propostas para ordenamento territorial e proporcionar sustentabilidade e melhores condições de vida para a população”.

A revisão do Plano Diretor é feita a cada dez anos. A conclusão da revisão acontecerá no segundo semestre e, em seguida, o documento será protocolado na Câmara de Vereadores para aprovação. Antes de enviar o documento à Camara, serão realizadas plenárias nos bairros, com a participação da população.

O Plano Diretor planeja os próximos anos da cidade, organiza seu crescimento e transformações, define as ações prioritárias, define os instrumentos urbanísticos que irão normatizar a cidade e estabelece o sistema de gestão democrática para promover o desenvolvimento sustentável, a melhoria das condições de vida da população e o bem-estar da comunidade.

Audiência pública aconteceu na noite de quarta-feira (21)

Programação completa está disponível no site

Capacitações – março a maio

Oficinas – março a maio

Recebimento de propostas pelo site ou com protocolo junto ao Ipplap – junho a julho

Notícia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba (http://www.piracicaba.sp.gov.br/imprimir/sociedade+civil+prestigia+audiencia+publica+para+discutir+a+revisao+do+plano+diretor.aspx )

Audiência Pública de Revisão do Plano Diretor acontece dia 21

Autor: CCS

No próximo dia 21, às 19h, no Auditório do Centro Cívico, acontece a Audiência Pública da Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento. Toda população está convidada. A minuta do Diagnóstico da Revisão do Plano Diretor está a disposição no site: www.planodiretor.piracicaba.sp.gov.br .

A revisão do Plano Diretor – lei municipal que estabelece e organiza o desenvolvimento e expansão territorial do município de Piracicaba para a implantação da política de desenvolvimento urbano – é feita a cada dez anos. A conclusão da revisão acontecerá no segundo semestre e, em seguida, o documento será protocolado na Câmara de Vereadores para aprovação. Antes de enviar o documento à Câmara, serão realizadas plenárias nos bairros, com a participação da população.

O Plano Diretor planeja os próximos anos da cidade, organiza seu crescimento e transformações, define as ações prioritárias, define os instrumentos urbanísticos que irão normatizar a cidade e estabelece o sistema de gestão democrática para promover o desenvolvimento sustentável, a melhoria das condições de vida da população e o bem-estar da comunidade.

Programação:

  • 21/02 – Audiência pública
  • Março a maio – Recebimento de propostas pelo site, nas oficinas ou com protocolo no Ipplap
  • Março a maio – Capacitações junto com as Plenárias Regionais do Orçamento Participativo
  • Março – Capacitações junto aos Conselhos
  • Março – Oficinas com entidades de classe e público em geral
  • Março – Oficinas com sindicatos, associações e público em geral
  • Abril e maio – Oficinas em cada região da Macrozona Urbana: norte, sul, leste, oeste e centro
  • Maio – Oficina com a população da Macrozona Rural

Notícia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba (http://www.piracicaba.sp.gov.br/audiencia+publica+de+revisao+do+plano+diretor+acontece+dia+21.aspx)

Plano Diretor de Desenvolvimento – Os próximos 10 anos – Retomada a revisão do PDD, o conjunto de diretrizes sobre a ocupação territorial na cidade

MARCELO ROCHA
Da Gazeta de Piracicaba
marcelo.rocha@gazetadepiracicaba.com.br

A Prefeitura de Piracicaba anunciou, ontem, a retomada da revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento (PDD), o instrumento de política territorial que vai estabelecer as diretrizes legais que nortearão o crescimento e a ocupação do município nos próximos 10 anos. Os trabalhos serão comandados pelo Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba (Ipplap) com previsão de finalização no segundo semestre, quando um Projeto de Lei deverá passar pelo crivo da Câmara de Vereadores para, então, entrar em vigor.

O PDD é uma lei municipal que estabelece diretrizes para questões como, por exemplo, adensamento, tamanho mínimo de lotes, presença de edifícios e sua quantidade de andares conforme o bairro, capacidade de água e esgoto, infra-estrutura e mobilidade urbana, entre outros temas.

“Teremos muito trabalho pela frente”, reconheceu o prefeito Barjas Negri (PSDB) em seu gabinete, onde ocorreu a divulgação da notícia com a presença de membros do Conselho da Cidade, do Ipplap e da imprensa.

Barjas observou que o atual Plano Diretor da cidade foi aprovado em 2006 e passou a vigorar em 2007. Desde então, o PDD sofreu algumas modificações em razão do crescimento da cidade. “E decorridos 10 anos, há
a necessidade de se fazer uma nova revisão”, destaca Barjas. “Nesse primeiro semestre, vamos trabalhar com técnicos do Ipplap e os habitantes da cidade numa revisão, num debate, a respeito do PDD. Vamos pegar
subsídios, críticas e sugestões para que a gente possa conformar um projeto e levá-lo para o debate final, na Câmara de Vereadores”, acrescenta.

No primeiro semestre, explica Arthur Ribeiro, diretor-presidente do Ipplap, o cronograma de revisão do PDD inclui a realização de capacitações em diferentes regiões da cidade e oficinas junto às entidades de classe e o
público em geral, além de audiências públicas. “Essas capacitações nos bairros servirão para preparar a comunidade, para ela saber o que pode reivindicar, porque não é uma reunião para pedir tapa-buracos, um corte de mato. E isso vai ser explicado nas diversas regiões da cidade”, afirma Ribeiro. Depois da participação da sociedade civil, as demandas
serão formuladas (juntamente com propostas do Executivo) e terão que ser aprovadas pelo Conselho da Cidade antes de seguirem para votação no Legislativo.

Ribeiro salientou que “a administração anterior iniciou a revisão do PDD em 2014, numa audiência pública, só que a revisão não foi finalizada até 2016, quando houve a troca de administração. Então, não houve tempo hábil”. Segundo o diretor do Ipplap, contudo, “os estudos (por parte do instituto) nunca pararam, o que está ocorrendo agora é a retomada das obrigações legais”, diferencia. “Em 2014 foram realizadas oficinas e audiências públicas. Mas como houve a mudança da administração, e
até para dar mais legalidade, resolvemos refazer essas partes legais.
Até porque muitas das coisas apontadas lá em 2014 já foram até alteradas por pequenas mudanças do Plano Diretor. Por isso, vamos ouvir novamente a comunidade”, enfatiza.

Maria Beatriz Silotto Dias de Souza, engenheira do Ipplap e coordenadora do projeto de revisão do PDD, ressaltou que o tema política urbana foi incluído na Constituição de 1988, “nos Artigos 182 e 183, que só foram
regulamentados em 2001”. A coordenadora lembrou que Piracicaba
possui uma área total de 1.378,50 Km2 (que engloba os macrozoneamentos rural e urbano), mostrou a evolução do perímetro urbano da cidade desde a
década de 50, contou que desde o último PDD (de 2006) a área urbana do município teve uma expansão de cerca de 21% e que um site (ainda em construção) permitirá à sociedade a sugestão de propostas.

“A Constituição estabelece que ela (política urbana) é executada pelo poder público municipal”, afirma. O objetivo do Plano Diretor, frisa a coordenadora, é ordenar o pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade e garantir o bem-estar de seus habitantes. “O Plano Diretor tem que proporcionar o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e o social e humano. É importante saber que o PDD é um pensamento global”, define.

                                                                  Foto: Del Rodrigues                                                                 Maria Beatriz Silotto, engenheira do Ipplap, mostrou a evolução do perímetro urbano da cidade desde a década de 50

 

Noticia publicada no Jornal Gazeta de Piracicaba, em 26 de Janeiro de 2018.

Desenvolvimento: Barjas anuncia revisão do Plano

O prefeito Barjas Negri anunciou nesta quinta (25) a retomada da revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento (PDD), que estabelece e organiza o desenvolvimento e expansão territorial do municipio de Piracicaba para a implantação da política de desenvolvimento urbano. Também participaram do anúncio o diretor-presidente do IPPLAP (Instituto de Pesquisa e Planejamento de Piracicaba), Arthur Ribeiro, o vereador Dirceu da Silva e membros do Conselho da Cidade. Segundo Barjas, a conclusão da revisão do Plano, que atende ao Estatuto da Cidade, acontecerá no segundo semestre e, em seguida, o documento será protocolado na Câmara de Vereadores para aprovação. “Vamos acelerar os trabalhos, mas com a preocupação de sempre ouvir a população e a sociedade civil organizada. Queremos a participação de todos, boas idéias, que auxiliem o desenvolvimento de Piracicaba e seu crescimento ordenado”, ressalta o prefeito.

Notícia publicada no Jornal A Tribuna Piracicabana, em 26 de Janeiro de 2018.

Prefeitura rejeita pedidos de ampliação de perímetro urbano – Segundo Ipplap, 16 requerimentos do tipo foram negados pelo governo

Walter Duarte
walter.duarte@jpjornal.com.br

A defasagem do PDD (Plano Diretor de Desenvolvimento) foi o principal argumento da Prefeitura de Piracicaba para barrar, em 2017, 16 pedidos
de ampliação do perímetro urbano. A norma atual, aprovada em 2006, deveria ter tido a revisão concluída no ano passado, como prevê o Estatuto das Cidades. A administração anunciou ontem o cronograma de audiências públicas e outras atividades relacionadas a elaboração da nova legislação
urbanística.

“No ano passado nós recebemos uma enxurrada de pedidos de inclusão de áreas rurais no perímetro urbano. Muitas pessoas que já haviam tido o requerimento negado em 2016 o reapresentaram em 2017. Rejeitamos
todos justamente porque é um tema que deve ser discutido na revisão do
PDD”, afirmou o diretor-presidente do Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba), Arthur Ribeiro. Entre 2010 e 2017 o perímetro urbano de Piracicaba cresceu 21%.
O PDD é, justamente, a legislação municipal que fixa as diretrizes para a ocupação do território como as taxas de adensamento populacional,
liberação de empreendimentos imobiliários ou industriais. “E tudo isso é definido com base em análise de solo, de infraestrutura viária e da capacidade de se levar água e esgoto a uma determinada região”, explicou a coordenadora dos estudos para revisão do plano, Maria Beatriz Silotto, Segundo o Estatuto das Cidades, cada município deve ter o seu plano atualizado a cada 10 anos.

Pelo cronograma estabelecido pela prefeitura, uma audiência pública será
realizada no dia 21 de fevereiro. Em março, serão realizadas capacitações junto aos conselhos e oficinas com entidades de classe, sindicatos e associações. Um site será lançado para receber propostas da sociedade
civil. Em abril e maio serão realizadas oficinas nas macrozonas urbanas (Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro) e outra com a população rural. Depois disso uma minuta do PLC (Projeto de Lei Complementar) será submetida ao Conselho da Cidade. Se for aprovado, seguirá para a Câmara.
“O trabalho não começa do zero. Nós temos um bom plano diretor. As áreas industrias estão bem definidas. As residenciais estão em um bom estágio de definição. Acredito que se nós fizermos um bom debate no primeiro semestre, a Câmara consegue realizar um bom debate no segundo e aprovar o novo plano”, afirmou o prefeito Barjas Negri (PSDB).

O presidente do Ipplap ressaltou que lideranças comunitárias receberão capacitação sobre o plano diretor para que a participação popular tenha relevância na elaboração. “As reuniões sobre o plano não são pra pedir tapa-buraco ou corte de mato, mas para o levantamento de questões que tenham impacto para as diferentes regiões da cidade”, completou Ribeiro.

                                                                                                                                                                                                                                                   Foto: Justino Lucente                                            Governo anunciou ontem cronograma de audiências

 

Notícia publicada no Jornal de Piracicaba, em 26 de Janeiro de 2018.

Prefeitura anuncia a revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento

Autor: CCS/
O prefeito Barjas Negri anunciou hoje (25), durante coletiva de imprensa, a retomada da revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento (PDD), lei
municipal que estabelece e organiza o desenvolvimento e expansão territorial do município de Piracicaba para a implantação da política de
desenvolvimento urbano. Também participaram da coletiva o diretor-presidente do Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba), Arthur Ribeiro, o vereador Dirceu da Silva e membros do Conselho da Cidade.
Segundo Barjas, a conclusão da revisão do Plano, que atende ao Estatuto da Cidade, acontecerá no segundo semestre e, em seguida, o documento será protocolado na Câmara de Vereadores para aprovação. “Vamos acelerar os trabalhos, mas com a preocupação de sempre ouvir a população e a sociedade civil organizada. Queremos a participação de todos, boas ideias, que auxiliem o desenvolvimento de Piracicaba e seu crescimento ordenado”, ressaltou o prefeito.

                                                                                                                                  Coletiva de imprensa aconteceu na tarde desta quinta (25), no Gabinete do prefeito

Antes de enviar o documento à Câmara, serão realizadas plenárias nos bairros, com a participação da população. “Serão realizadas oficinas e capacitações em todas as regiões da cidade e na macrozona rural, dentre outras, para ouvir a população. Este trabalho é fundamental para revermos as necessidades do município, definindo regras orientadoras para promover o desenvolvimento sustentável e melhores condições de
vida para todos. Para isto é muito importante a participação de todos”, afirmou Ribeiro. Segundo ele, também está em andamento a revisão dos
Planos Diretores das Águas, elaborado pelo Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto); de Mobilidade, por meio da Semuttran (Secretaria de
Trânsito e Transportes); e o Habitacional, pela Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimenbto Habitacional). “Esses Planos darão um subsídio importante para que o Plano Diretor seja mais consistente e abrangente”, disse Ribeiro.
De acordo com a engenheira agrônoma do Ipplap, Lídia Martins, a intenção das oficinas de capacitação nos bairros vão preparar as pessoas para que o seus pedidos sejam dentro das normas do Plano Diretor, abordando questões mais amplas, como construção de condomínios e distritos industriais – e não questões específicas como tapa buracos ou corte de mato. “Além das reuniões nos bairros, a população poderá sugerir e apresentar propostas pelo site, que está em construção, facilitando ainda mais a participação popular”, afirmou.

                                                                                                                                  Ribeiro disse que o trabalho é fundamental para que sejam revistas as necessidades do município.

Moisés Medeiros, conselheiro e representate da região do bairro Santa Rosa, ressaltou a importância dessa discussão. Ele disse que aquela região
cresceu muito nos últimos anos e, para que continue crescendo ordenadamente, precisa urgentemente de uma mudança na lei de zoneamento comercial. “O aumento populacional traz crescimento desordenado e a revisão do Plano apontará as diretrizes, para que esse crescimento não traga transtornos para a população da região”, disse.

Confira o cronograma de trabalhos da revisão do Plano Diretor:

  • 21/02 – Audiência pública
  • Março a maio – Recebimento de propostas pelo site, nas oficinas ou com protocolo no Ipplap
  • Março a maio – Capacitações junto com as Plenárias Regionais do Orçamento Participativo
  • Março – Capacitações junto aos Conselhos
  • Março – Oficinas com entidades de classe e público em geral
  • Março – Oficinas com sindicatos, associações e público em geral
  • Abril e maio – Oficinas em cada região da Macrozona Urbana: norte, sul, leste, oeste e centro
  • Maio – Oficina com a população da Macrozona Rural

* as plenárias do Orçamento Participativo foram agendadas pelo Conselho Municipal do Orçamento Participativo

Notícia publicada no site da Prefeitura Municipal de Piracicaba (http://www.piracicaba.sp.gov.br/prefeitura+anuncia+a+revisao+do+plano+diretor+de+desenvolvimento.aspx)

Mapas produzidos pelo Ipplap auxiliam nas políticas públicas

Os mapas temáticos produzidos pelo Departamento de Uso e Ocupação do Solo (Duos) e os dados compilados pelo Departamento de Sistemas de Informação (DSI), do Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba (Ipplap) são ferramentas auxiliares no desenvolvimento de políticas públicas de diversas secretarias municipais.

Não consigo pensar a definição de vários fatores na atenção básica sem estes mapas”, explica Anay Ferrer, médica coordenadora da Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde. Anay explica que os mapas auxiliam na definição das áreas de abrangência das unidades de atendimento básico e no número de pessoas que moram nesta área de abrangência, por exemplo. Com estes dados em mãos, é possível redistribuir os territórios atendidos nas unidades, de maneira equilibrada, colaborando na fluidez da agenda dos locais. Também é possível, com os mapas, saber quantos profissionais são necessários em uma determinada equipe e qual o raio de deslocamento que um paciente terá que fazer para acessar a unidade a que ele é referenciado. Anay ainda completa explicando que como o Ipplap tem mapeada as áreas institucionais dos bairros e loteamentos da cidade, fica mais fácil identificar áreas para novas construções de equipamentos públicos municipais.

Mas os mapas não se restringem a auxiliar a Secretaria de Saúde: já foram produzidos mapas temáticos, que são incrementados com os dados do DSI, para as Secretarias de Educação (SME), Agricultura e Abastecimento (Sema), Esporte, Lazer e Atividades Motoras (Selam), Guarda Civil, Desenvolvimento Social (Semdes), Defesa do Meio Ambiente (Sedema), Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), Procuradoria Jurídica.

Conforme explica Márcio Pizzol, responsável pela produção dos mapas temáticos, para o Semae, foram produzidos, por exemplo, mapas de estudos hídricos; para a Defesa Civil – que é ligada à Guarda Civil, mapas de áreas com risco de desmoronamento; para a Educação, mapas com as áreas de abrangência das escolas de ensino infantil e fundamental, que auxiliam nos critérios de definição de matrícula; para a Sema, foram mapeados os produtores de hortaliças, para o Esporte e para o Desenvolvimento Social, o mapeamento dos equipamentos públicos destes e para a Procuradoria, mapas de histórico de imóveis, que balizam posicionamento em processos.

Para Arthur Ribeiro, Diretor-Presidente do Ipplap, os mapas são uma eficiente ferramenta de gestão “a confecção desses mapas permite que os órgãos que compõem a administração municipal utilizem uma ferramenta eficiente de gestão, visando a crescente melhoria nos serviços prestados à população de Piracicaba, cumprindo assim sua missão.”

Centro de Comunicação Social

Sabrina Rodrigues Bologna: 31076

Emplasa abre plataforma digital para recebimento de propostas do PDUI

Propostas devem ser inseridas até 28 de outubro

Piracicaba, 28 de setembro de 2017 – A Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano S/A abriu nesta quinta-feira (28) a plataforma digital do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) do Aglomerado Urbano de Piracicaba (AUP). Com a plataforma digital aberta, qualquer pessoa pode contribuir com sugestões para questões de âmbito regional. A plataforma fica aberta para inserção de propostas até 28/10.

Para contribuir, é importante que as pessoas leiam o Diagnóstico Regional do PDUI, que servirá de base para elaboração de propostas e que foi elaborado durante as oficinas regionais. O endereço da plataforma é www.pdui.sp.gov.br/piracicaba

Conforme está explicado na plataforma digital, o PDUI é uma exigência do Estatuto da Metrópole, lei Federal nº 13.089, sancionado em 12 de janeiro de 2015, que determina que todas as regiões metropolitanas e aglomerações urbanas brasileiras desenvolvam em três anos, a partir de 2015, seus Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUIs), a serem aprovados por lei estadual. Aprovado o plano, os 23 municípios guas de São Pedro, Analândia, Araras, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí,
Elias Fausto, Ipeúna, Iracemápolis, Laranjal
P
aulista, Leme, Limeira,
Mombuca, Piracicaba, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa
Gertrudes, Santa Maria da Serra
e São Pedro) que integram a Aglomeração Urbana de Piracicaba deverão compatibilizar seus Planos Diretores às novas regras. O não atendimento ao solicitado pode acarretar em improbidade administrativa. “O PDUI, como instrumento legal de planejamento, estabelece diretrizes, projetos e ações para orientar o desenvolvimento metropolitano e regional, buscando reduzir as desigualdades e melhorar as condições de vida da população das regiões metropolitanas e aglomerações urbanas. Também fixa as bases de atuação conjunta entre Estado e municípios”.

Ainda na plataforma, a Emplasa explica que a formulação do PDUI é um desafio “mas também uma oportunidade para
se definir a estrutura urbana desejada para o futuro da região,
explorando seu imenso potencial, em sintonia com a diversidade e
pluralidade característica do território.”

Centro de Comunicação Social

Sabrina Rodrigues Bologna: 31076

Conselho deliberativo do Ipplap se reúne amanhã

O Conselho Deliberativo e Estratégico do Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba (Ipplap) se reúne amanhã (28 de setembro), no gabinete do Prefeito, para a terceira reunião ordinária anual.

São pontos de pauta a aprovação da ata da última reunião e um resumo das atividades desenvolvidas pela autarquia no último trimestre.

O Conselho Deliberativo Estratégico tem como competência estabelecer as diretrizes gerais de atuação do Instituto, apreciar a aprovar seus respectivos planos de trabalho, promover o intercâmbio entre as diferentes unidades administrativas da Prefeitura e gerir o planejamento municipal assegurando sinergia entre Poder Público e sociedade civil.

Centro de Comunicação Social

Sabrina Rodrigues Bologna: 31076

Conselho da Cidade aprova projetos para alteração do Plano Diretor

O Conselho da Cidade aprovou no último dia 12 de setembro, dois projetos  de lei que alteram a lei 186/06, o Plano Diretor de Piracicaba.

O primeiro deles autoriza o município a criar novas áreas especiais de interesse social (ZEIS 2). O segundo altera parte de Zona de Especial Industrial para Zona de Ocupação Controlada por Fragilidade Ambiental.

Além da aprovação destes projetos de lei, que agora seguirão para votação na Câmara de Vereadores, também foram dados informativos sobre a validação da 6ª Conferência Municipal da Cidade e sobre o Fórum Permanente dos Conselhos do Município de Piracicaba – Fopec e também foi aprovada a ata da reunião anterior.

Centro de Comunicação Social

Sabrina Rodrigues Bologna: 31076

Crescimento e envelhecimento da população adulta

A população brasileira está cada vez mais velha! E, para os próximos anos, as projeções indicam expressiva modificação no perfil populacional para todo o Brasil, cuja população em 2050 será marcadamente adulta. Piracicaba não só acompanha este fenômeno, como antecipa essa tendência nacional de atingir o pico populacional por volta de 2030/35.

Esta tendência de envelhecimento não está restrita ao Brasil: é um processo progressivo que ocorre nos principais países do Ocidente, resultado da desaceleração do número de filhos por família por um lado, e por outro, do aumento da expectativa de vida, corroborado pelas melhoras da qualidade de vida e assistência à saúde.

Quando observamos, nos gráficos abaixo, os dados dos Censos Demográficos do IBGE do último meio século (1970/1980/1991/2000/2010) referentes a Piracicaba, percebemos uma inversão na pirâmide. Em 1970, há mais jovens na pirâmide, já em 2010 há a percepção que é a população adulta e idosa a mais numerosa, enquanto menos crianças nascem.

 

 

 

 

 

No gráfico abaixo observamos que enquanto a proporção de jovens com até 14 anos apresenta uma tendência constante de queda (25,2% em 2000 contra 18,3% em 2016), a população com 65 anos ou mais cresce ano a ano (6,8% em 2000 contra 10% em 2016).

O ponto de inversão, com mais idosos que jovens, estimado para 2035, traduz-se pelas expectativas de cadência constante de crescimento da população mais velha e uma redução significativa no ritmo do crescimento da parcela mais jovem da população.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Seade, estimativa populacional. Elaboração Ipplap, 2017.

Como podemos perceber nos dois gráficos a seguir, Piracicaba acompanha o ritmo de envelhecimento da população do Estado de São Paulo e do Brasil – menos jovens e mais idosos.

Grupo etário de 0 a 14 anos – Brasil -São Paulo – Piracicaba       Grupo etário de mais de 65 anos de idade

 

 

 

 

Fonte: IBGE/Censos populacionais. Elaboração Ipplap, 2017.

O pico populacional no Brasil está previsto para os anos 2040/2045. Após este ápice, a estimativa é de desaceleração anual do crescimento populacional. Piracicaba segue as tendências do Estado e da União. A perspectiva é que Piracicaba atinja o pico demográfico em meados de 2030/35.

Diante desses dados, é importante dizer que esse novo perfil da sociedade piracicabana exigirá inovadoras e ousadas políticas públicas para que, num futuro próximo, essa parcela da população possa desfrutar da qualidade de vida que a cidade oferece atualmente aos seus habitantes.

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: IBGE e Seade. Elaboração Ipplap, 2017.

Piracicaba sediou oficina de trabalho do PDUI, do Aglomerado Urbano

Foi realizada na manhã do último dia 27 de julho, na Fumep (Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba), a oficina de trabalho do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI), do Aglomerado Urbano região de Piracicaba. O evento contou com a presenças do vice-prefeito e secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, José Antonio de Godoy, secretários municipais de Trânsito e Transportes, Jorge Akira Kobayaski, da Ação Cultural e Turismo, Rosângela Camolese, do Trabalho e Renda, Evandro Evangelista, do secretário de Obras e diretor do Instituto de Pesquisas e Planejamento (Ipplap), Arthur Ribeiro, e do procurador-geral do município, Milton Sérgio Bissoli, e demais autoridades.

De acordo com o vice-prefeito, as oficinas servem de base para as propostas do PDIU e a participação de Piracicaba colaborará com a inserção de projetos em benefício do aglomerado, composto por 23 cidades da região.

A oficina é coordenada pela Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano S/A (Emplasa) e conta também com a participação de membros do poder público dos municípios da região, da sociedade civil e de representantes do Estado. As oficinais também acontecem em outras cidades, como Capivari e Limeira.

O objetivo é a construção conjunta do Diagnóstico Problematizado da Aglomeração Urbana de Piracicaba (AUP). Após, será aprovado pela Comissão por meio de propostas na Plataforma Digital no sítio www.emplasa.sp.gov.br.

Os temas discutidos durante a oficina foram elencados pelas necessidades nas questões do Desenvolvimento Urbano e Econômico (Planejamento e Uso do Solo, Habitação de Interesse Social, Desenvolvimento Econômico e Turismo); Meio Ambiente (Unidades de Conservação, Saneamento Básico, Recursos Hídricos e Resíduos Sólidos); Redes Estruturais (Transporte, Sistema Viário Regional e Energia); e Atendimento Social (Saúde Pública, Segurança Pública, Defesa Civil, Educação e Cultura).

ENTENDA O PDUI – O PDUI é uma exigência do Estatuto da Metrópole, lei Federal nº 13.089, sancionada em 12 de janeiro de 2015, que determina que todas as regiões metropolitanas e aglomerações urbanas brasileiras desenvolvessem em três anos, a partir de 2015, seus Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUIs), a serem aprovados por lei estadual.

Integram a Aglomeração Urbana de Piracicaba os seguintes municípios: Águas de São Pedro, Analândia, Araras, Capivari, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Elias Fausto, Ipeúna, Iracemápolis, Laranjal Paulista, Leme, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.

 

Texto: Flávia Bianchini