PERÍMETROS DE INTERVENÇÃO PRIORITÁRIA – PRAÇA JOSÉ BONIFÁCIO

logo_centrovivo

Essa intervenção limitou radicalmente o acesso de veículos a esse espaço público, dando especial ênfase às áreas pedonais, solução bastante em voga em diversas intervenções ocorridas no Brasil no período. As cidades que optaram por esse tipo de solução urbanística, observaram, salvo raríssimas exceções, a aceleração do processo de degradação urbanística e a crescente perda de população residente nessas áreas devido, principalmente, à impossibilidade de acesso do veículo particular à moradia.

Em Piracicaba, a praça José Bonifácio passou a ter seu uso restrito, fundamentalmente, praca_jose_bonifacio_antigaao período de atividade dos estabelecimentos comerciais e de serviços, sobretudo bancários, permanecendo o local ocioso grande parte do dia. Mesmo os tradicionais estabelecimentos gastronômicos que ocupavam o local, famosos na década de 1970, entraram em decadência.

Somando-se a isso, identifica-se na praça e em seu entorno diversos imóveis e monumentos tombados como patrimônio histórico tanto em nível municipal quanto estadual.

A partir dessas constatações definiram-se dois grandes princípios desse necessário projeto de adequação e reconversão dos espaços públicos e entorno da praça: garantir ao máximo o aproveitamento do potencial desse espaço público, tanto nas formas de apropriação quanto nos horários de ocupação, e a inserção da mesma dentro de um contexto urbano mais amplo, fazendo-a participar da dinâmica do local em que está inserida. Dentro desses princípios foram definidas as seguintes diretrizes:

  • alteração do sistema de circulação de veículos na área, possibilitando a circulação de automóveis em seu perímetro;
  • estudo de viabilidade de estacionamento subterrâneo, a partir da ampliação do antigo estacionamento do Edifício Comurba;
  • redesenho da praça prevendo atender aos usos consolidados existentes no local;
  • definição de ocupação do entorno considerando imóveis tombados e relações volumétricas de gabarito entre os novos edifícios a serem propostos e os existentes;
  • definição de instrumentos de incentivo aos imóveis limítrofes à praça que apresentem interesse cultural.

Entre o fim do ano de 2004 e começo de 2005 foi desenvolvida, pelo Escritório de Arquitetura MMBB, apoiada pelo Ministério da Cidade, proposta de intervenção para a completa requalificação da praça José Bonifácio. O projeto contemplava a completa remodelação do espaço público, com a eliminação das barreiras físicas e visuais, padronização dos equipamentos públicos, melhorias na iluminação e arborização, bem como a abertura à circulação de veículos no perímetro da praça.

Ao longo do ano de 2005 foram realizadas algumas ações objetivando melhorias no local. A principal delas foi a abertura do entorno da praça à circulação de automóveis.

praca_jose_bonifacio_nova